psicose

psicose

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Os Melhores Filmes de Terror de 2018

Os Melhores Filmes de Terror de 2018


Neste ponto, é praticamente um fato indiscutível que estamos vivendo em uma nova era de ouro do cinema de terror. 2016 foi incrível, 2017 foi ainda melhor, e 2018 tem sido um show de terror completo, com pesadelos excepcionais na tela, para combinar com o tumulto e a discórdia da vida real que dominam o país e todo o mundo. Não é nenhum segredo que o horror prospera durante os tempos sombrios, oferecendo às pessoas uma saída segura para espalhar suas ansiedades e demônios nas telas, e neste ano, vimos uma grande parte da audiência, seja no cinema ou em alguma plataforma de streaming, voltando sua atenção para o gênero.
Nós temos bruxas, zumbis, monstros, cultos e nazistas. Caramba! Nós ainda temos o retorno de Michael Myers. E foi bom! (Mais sobre isso depois.) Houveram fábulas da era da internet, filmes B atrevidos e independentes, de grande orçamento e filmes de arte sem remorso. Com relação aos temas, foi um ano importante para as emoções alimentadas pela família - em particular, os horrores da paternidade - e um ano ainda maior para as histórias das mulheres. A única coisa ruim sobre filmes de terror em 2018 é que o ano acabou. Nesse momento, eu estou olhando para 2018 como um dos melhores anos para o terror, que aparentemente tinha uma nascente ilimitada para dar.


Terrifier


Título Original: Terrifier.
Gênero: Terror.
Produção: 2018.
Lançamento: 2018.
País: Estados Unidos.
Duração: 82 minutos.
Roteiro: Damien Leone.
Direção: Damien Leone.
Elenco: Jenna Kanell, Catherine Corcoran, Samantha Scaffidi, Margaret Reed, David Howard Thornton.

E em 2013, Art, o Palhaço, fez uma participação na antologia de terror All Hallows' Eve agora, o palhaço assassino ganha seu próprio filme spin-off, batizado de Terrifier.
Art foi apresentado em 2008 no curta The 9th Circle e  em 2011, reapareceu em outro curta-metragem chamado Terrifier (dai vem o nome do longa spin-off). O filme é uma homenagem aos slashers dos anos 70 e 80. Muito gore e muito politicamente incorreto. 


Duas jovens Tara e Dawn (Jenna Kanell e Catherine Corcoran) estão voltando para casa depois de uma festa de Halloween e acabam tendo um encontro casual com o palhaço Art. A partir daí elas serão perseguidas e aterrorizadas. E qualquer um que se intrometer entre Art e suas vítimas terá uma morte horrível.
Trailer: 

Hereditary/ Hereditário

 

Título original: Hereditary.
Gênero: Drama, terror.
Produção: 2018.
Lançamento: 2018.
País: Estados Unidos.
Duração: 127 minutos.
Roteiro: Ari Aster.
Direção: Ari Aster.
ElencoToni Collette, Gabriel Byrne, Alex Wolff, Milly Shapiro, Ann Dowd, Mallory Bechtel.
Melhor filme de terror em anos, assim como "A Bruxa". Considerado por muitos críticos como 'O Exorcista' desta geração.
Se há um aspecto da condição humana que nos assusta - todos nós - é a perda inesperada de um ente querido. Algumas pessoas acham que os palhaços são hilários e que as alturas são realmente muito emocionantes, mas a perda súbita de um pai, irmão ou criança é uma perspectiva realmente aterrorizante. E eu desafio você a encontrar alguém que discorde dessa afirmação.
E enquanto a maioria dos filmes de terror se contenta em brincar com os medos mais simples (como ser esfaqueado), os mais corajosos e audaciosos tentam lidar com um material decididamente mais perturbador. O que nos leva a Hereditary, um filme de terror incrivelmente refinado e confiante do diretor Ari Aster.
Quando Ellen, a matriarca da família Graham, morre, a família de sua filha começa a desvendar segredos enigmáticos e cada vez mais aterrorizantes sobre sua ancestralidade. Quanto mais eles descobrem, mais eles se encontram tentando fugir do destino sinistro que parecem ter herdado. Toni Collette dá um show de atuação - injustamente fora da indicação ao Oscar de melhor atriz pela atuação.

Trailer:

 

  Incident in Ghostland/ Casa do Medo

Ano:2018•País:França
Direção: Pascal Laugier
Roteiro: Pascal Laugier
ElencoCrystal Reed, Mylène Farmer, Anastasia Phillips, Emilia Jones, Taylor Hickson, Rob Archer, Adam Hurtig, Alicia Johnston, Erik Athavale, Kevin Power, Mariam Bernstein, Ernesto Griffith, Denis Cozzi, Sharon Bajer, Tony Braga
Duração91 min.

Aos fãs de Lovecraft atenção! Esse filme é um presente pra vocês!!
Pascal Laugier, um diretor novato na época, chamou atenção para um novo tipo de cinema que estava sendo realizado na França desde o início dos anos 2000: um cinema violento, pesado tanto em sua narrativa quanto em seu visual. Intitulado New French Extremity, que ganhou destaque com outras obras, entre elas, A Invasora e Alta Tensão. Foi em 2008 quando Pascal lançou o seu melhor trabalho Martyr, e de lá pra cá nada foi tão bom quanto este, porém, temos uma outra grande obra aqui. Casa do Medo (Incident in Ghostland) é um filme de tirar o fôlego, e por mais que você ache que os clichês que aparecem no filme vão te dar pistas para desvendar o final você só irá se surpreender a cada sequência
Pauline (a atriz e cantora Mylène Farmer) está de mudança, com as filhas Beth (Emilia Jones) e Vera (Taylor Hickson), para uma casa herdada de sua falecida tia. Beth é fã de Lovecraft e aspira ser uma escritora de terror, enquanto Vera não parece estar satisfeita em mudar de casa. Logo ao chegarem, uma tragédia afetará a vida das duas garotas a partir daquela noite. Alguns anos se passam, e enquanto, Beth (aqui interpretada por Crystal Reed),se torna uma famosa escritora e tem uma vida estável ao lado de seu marido e filho, Vera (Anastasia Phillips) não superou o trauma daquela noite. Uma ligação da irmã faz com Beth retorne à casa, onde, ao lado da mãe, começa a reviver o trágico passado. 
Assim como em Martyrs, são mulheres que protagonizam e sofrem uma violência descomunal, que impactam o espectador desde a brutal sequência de abertura até o último ato, em um universo que transita entre o real e o imaginário. 
Trailer: 

Suspiria

 
País: Italy, USA
Direção: Luca Guadagnino
Elenco: Dakota Johnson, Tilda Swinton, Mia Goth
Ano: 2018
Duração: 152mins

Se você ainda não viu Suspiria, de Dario Argento, de 1977, e está interessado em qualquer um dos filmes, se eu fosse você eu adiaria o original e iria ver o remake. O enredo é suficientemente diferente para não dar spoiler, e a nova versão é melhor sem o peso da comparação. Porém, clássico é clássico então, fica por sua conta e risco. Qualquer uma das duas versões  são dignas de serem vistas e apreciadas.
A jovem dançarina americana Susie Bannion(Dakota Johnson) chega em Berlim em 1970 para fazer um teste para a mundialmente famosa Helena Markos Dance Co. Quando ela assume o papel de dançarina principal, a mulher que ela substitui vem a baixo e acusa as diretoras da empresa de bruxaria. Enquanto isso, um psicoterapeuta inquisitivo e um membro da trupe descobrem segredos obscuros e sinistros enquanto investigam as profundezas das câmaras ocultas do estúdio.
Trailer: 

Annihilation / Aniquilação


Título Original: Annihilation.
País: Reino Unido, EUA.
Lançamento: 2018.
Duração: 115 minutos.
Direção e Roteiro:  Alex Garland.
ElencoNatalie Portman, Jennifer Jason Leigh, Tessa Thompson, Gina Rodriguez, Tuva Novotny, Oscar Isaac, Benedict Wong, Sonoya Mizuno.

Aniquilação” está disponível na Netflix, e é um daqueles filmes que grudam na cabeça, pois você não entende o que está acontecendo e depois de ver não sabe se realmente entendeu, mas sempre tem algo que vai te deixar com vontade de assistir mais uma vez, só para ter certeza.
O longa conta a história de um grupo de mulheres que decide explorar uma área isolada há muitos anos. Por lá acontecem fenômenos bizarros que ninguém consegue explicar e que fizeram com que o marido de uma delas desaparecesse.
Trailer: 

Mandy

Direção: Panos Cosmatos
Roteiro: Panos Cosmatos, Aaron Stewart-Ahn
Elenco: Nicolas Cage, Andrea Riseborough, Linus Roache
Origem: EUA, Bélgica, Reino Unido
Ano: 2018

MANDY é um filme de vingança e sua premissa é simples: Um casal feliz, Mandy (Andrea Riseborough ) e Red (Nicolas Cage), é atacado por um grupo de desconhecidos. Mandy é brutalmente assassinada na frente de Red, que é deixado pra morrer mas acaba sobrevivendo e segue numa jornada suicida em busca de vingança.

O universo aqui criado por Panos Cosmatos em ”Mandy” é estiloso, dark e neon gótico, parecendo uma mistura de ”Mad Max”, ”Hellraiser” e ”The Neon Demon”. O diretor sabe muito bem conduzir a história, deixando a primeira hora do filme apenas para desenvolvimento personagens e dos acontecimentos, é na hora final que a coisa começa a ficar louca pra valer. Nicolas Cage aqui dá um show de interpretação.

Trailer

 

Terrified/ Aterrorizados


Título Original: Aterrados  -Horror
País: Argentina - 85 min - Classificação: 16 anos

Direção: Demián Rugna
Roteiro: Demián Rugna 

ElencoAriel Chavarría, Maximiliano Ghione, Norberto Gonzalo, Hugo Halbrich, George L. Lewis
Pessoas que desaparecem sem deixar rastros, mortos que voltam de seus túmulos, vozes nos canos d`água. O delegado Maza tentará encontrar uma explicação para desvendar estes mistérios antes que o mal destrua a sociedade que conhecemos. 
Trailer: 

A Quiet Place / Um Lugar Silêncioso

Título original: A Quiet Place.
Gênero: Terror.  
Lançamento: 2018.
País: Estados Unidos. Duração: 90 minutos.
Direção: John Krasinski.
Roteiro: Bryan Woods, Scott Beck e John Krasinski.
Elenco: Emily Blunt, John Krasinski, Millicent Simmonds, Noah Jupe, Cade Woodward, Leon Russom.

Prepare-se para ficar sem palavras! 

Uma família de quatro pessoas deve guiar suas vidas em silêncio, depois que criaturas misteriosas que caçam pelo som ameaçam sua sobrevivência. Se eles te ouvirem, eles te caçarão.
Trailer: 

 

Halloween

Título original: Halloween
Gênero: Terror.
Produção: 2018.
Lançamento: 2018.
Pais: Estados Unidos.
Duração: 106 minutos.
Roteiro: David Gordon Green, Jeff Fradley, Danny McBride.
Direção: David Gordon Green.
ElencoJamie Lee Curtis, Judy Greer, Andi Matichak, James Jude Courtney, Nick Castle, Haluk Bilginer, Will Patton, Rhian Rees, Jefferson Hall, Toby Huss, Virginia Gardner, Dylan Arnold, Miles Robbins, Drew Scheid, Jibrail Nantambu.

Halloween novamente estrelado por Jamie Lee Curtis.
John Carpenter, iria se envolver no projeto
Faltaria apenas a participação do ator Donald Pleasence, que faleceu em 1996. 
Porém, um prato cheio para os fãs de Slashers.
A ideia para um novo Halloween, cujo lançamento acontece 40 anos depois do primeiro filme, animou a todos os fãs e o projeto teve logo a aprovação de Jamie Lee e do próprio Carpenter.
Halloween (2018) e uma continuação direta do filme original, lá de 1978,  e comeca depois dos eventos da fatídica noite de terror em que Michael Myers saiu em um rompante homicida. Dezesseis anos se passaram e com o maníaco preso em uma instituição mental, uma equipe britânica de documentaristas vem aos Estados Unidos para gravar seu podcast em uma série de reportagens sobre Michael Myers e suas vítimas.
Depois de um encontro pouco produtivo com Myers e seu novo psiquiatra, Dr. Sartain (Haluk Bilginer) — que assumiu os cuidados de Michael depois da morte do Dr. Loomis — a dupla resolve entrevistar o outro lado dessa psicose, Laurie Strode (Jamie Lee Curtis). Depois de sobreviver ao ataque, a garota desenvolveu uma paranoia que obviamente afetou, e ainda afeta, toda e qualquer forma de relacionamento, especialmente com sua filha Karen (Judy Greer) e neta Allyson (Andi Matichak). Reclusa, Laurie treina e prepara a sua casamata na qual espera sempre alerta por um eventual retorno de seu atormentador.
O filme enterra todas as sequencias da franquia a partir do segundo filme, sem contar que a Laurie Strode morre no Halloween Ressurreição de 2002. Ou seja, o Halloween 2018 surge como uma continuação direta do original.
Se você é um fã ardoroso e espera algo tão impactante quanto o original certamente sairá decepcionado. Todavia, o que é apresentado  é uma espécie de enterro honroso para uma das maiores franquias de terror do cinema e um suposto ressurgimento de uma nova franquia. Vamos torcer! 
Trailer:


 

Overlord / Operação Overlord

Operação Overlord
Original:Overlord Ano:2018•País:EUA Direção:Julius Avery Roteiro:Billy Ray, Mark L. Smith Produção:J.J. Abrams, Lindsey Weber Elenco:Jovan Adepo, Wyatt Russell, Mathilde Ollivier, Pilou Asbæk, John Magaro, Iain De Caestecker, Jacob Anderson, Dominic Applewhite
 

Poucos filmes de horror são conhecidos por cumprir exatamente o que prometem. No entanto, Operação Overlord é uma baita exceção. O filme nos promete zumbis no meio da Segunda Guerra Mundial, e é exatamente isso que temos. Porém, o grande horror aqui fica por conta da própria guerra, e não pelos mortos-vivos.
O que mais aterroriza em Overlord é justamente a ideia de que muitas das coisas presentes aqui poderiam ter acontecido na vida real, dado os extensos relatos de experimentos genéticos dos nazistas em suas vítimas. De quebra, temos um excelente elenco, composto por nomes como Pilou Asbæk, Jovan Adepo, Wyatt Russell e Iain de Caestecker
Trailer: 

Possum

  • Gênero: Drama, Horror, Suspense / Thriller, Terror
  • Duração: 85 min.
  • Origem: Reino Unido
  • Direção: Matthew Holness
  • Roteiro: Matthew Holness
  • Ano: 2018
Este pequeno drama psicológico é estranho como o inferno e pode ir de igual para igual com qualquer outro título como a mais sombria história para chegar aos cinemas este ano. Possum estrela Sean Harris, canalizando seu talento para interpretar vilões e homens perturbados como Philip, um marionetista de crianças órfãs que retorna à sua cidade natal para enfrentar os demônios de seu passado - que assumem a forma horripilante de um boneco de aranha de sua infância- simplesmente não parece morrer. Não por falta de tentativas, mas o monstro revoltante e enervante continua voltando, com suas pernas finas e cabeça humana horrível, não importa o que Philip faça. Possum é lento e incansavelmente triste com uma atmosfera rica que paira sobre o espectador como uma nuvem tóxica, ameaçando sufocá-lo a qualquer momento. O diretor e roteirista Matthew Holness evita os picos óbvios e as jogadas emocionantes, optando por uma queimação lenta e opressiva que parece um concerto de medo crescente. Não acontece muita coisa em Possum, mas não deixe que isso faça você pensar que é um filme chato, porque Holness sabe como fazer com que todas as imagens e sons passem da lógica para o terror. Aquele maldito boneco é um pesadelo em design, mas nas mãos de Holness, é mais irritante do que você pode imaginar, e é um rosto horrível que vai assombrá-lo quase tanto quanto Philip quando o filme acabar.
Trailer: 

A Casa que Jack Construiu (The House that Jack Built)

Título original: The House That Jack Built.
Gênero: Crime, drama, terror.
Produção: 2018.
Lançamento: 2018.
Pais: Dinamarca, França, Alemanha, Suécia.
Duração: 152 minutos.
Roteiro: Lars von Trier.
Direção: Lars von Trier.
Elenco: Matt Dillon, Riley Keough, Uma Thurman, Bruno Ganz, Siobhan Fallon Hogan, Sofie Gråbøl, Jeremy Davies, Jack McKenzie, Ed Speleers, David Bailie, Mathias Hjelm.

Lars Von Trier + Serial Killer = Um filme para todo tipo de público (só que não)!
 "O melhor filme de 2018 junto com Hereditário!" E essa é uma opinião bem pessoal, afinal, gosto não se discute. Por mais que um crítico seja imparcial (tento ser ao máximo), no final das contas tem sempre uma opinião pessoal.
Considerado persona non grata em Cannes desde 2011, por declarações polêmicas, Lars Von Trier voltou ao festival francês este ano. Lars e a equipe do filme foram recebidos com aplausos calorosos e demorados pela plateia de convidados para a gala. Mas cerca de 100 pessoas deixaram o Grand Theatre Lumière, com cerca de 2.300 lugares, incomodados com a violência explícita de algumas sequências do filme, que incluem a mutilação de animais, mulheres e de corpos de crianças mortas. Por excesso de precaução ou golpe de marketing, a organização do evento deixou uma equipe de médicos de plantão durante a projeção. 
Realmente não é um filme para qualquer um, porém, é uma ótima experiência!
Trailer:

  Apóstolo (Apostle)

Título original: Apostle.
Gênero: Mistério, fantasia, terror.
Produção: 2018.
Lançamento: 2018.
Pais: Reino Unido, Estados Unidos.
Duração: 130 minutos.
Roteiro: Gareth Evans.
Direção: Gareth Evans.
Elenco: Dan Stevens, Richard Elfyn, Paul Higgins, Bill Milner, Catrin Aaron, Kristine Froseth, Mark Lewis Jones.

Gareth Evans se arriscou no gênero terror dirigindo um dos cinco curtas da antologia indie de horror em primeira pessoa V/H/S/2. Seu segmento, Safe Haven, que mostra uma equipe de repórteres que ao gravar uma reportagem dentro de uma uma escola acaba fazendo uma descoberta literalmente infernal, uma seita satânica com intuito de trazer o capiroto à vida. É disparado a melhor estória de toda a antologia e de toda trilogia V/H/S.
Trata-se de um horror sobre culto surpreendente e chocante, que mistura o legado de filmes como O Homem de Palha (The Wicker Man, 1973), com violência carnal e gritante, que deixa o público em um perpétuo estado de desconforto. 
Trailer: 

Cam

Título original: Cam.
Gênero: Suspense, mistério, terror.
Produção: 2018.
Lançamento: 2018.
Pais: Estados Unidos.
Duração: 94 minutos.
Roteiro: Isa Mazzei.
Direção: Daniel Goldhaber.
ElencoMadeline Brewer, Patch Darragh, Melora Walters, Devin Druid, Imani Hakim, Michael Dempsey, Flora Diaz, Samantha Robinson, Jessica Parker Kennedy, Quei Tann.

A Netflix não veio para brincadeira em 2018, e muitos de seus filmes foram bem elogiados pela crítica mundial. Um exemplo sagaz disso é Cam, o horror queridinho dos festivais, que funciona basicamente como um spin-off em longa-metragem de Black Mirror, seja por sua história perturbadora ou pelo envolvimento da tecnologia na trama.
No filme, seguimos Alice Ackerman, uma mulher que trabalha como cam girl - ou seja, fazendo exibições sensuais em um site na internet. Contudo, as coisas começam a dar errado quando ela descobre que um "clone" seu tomou seu lugar. Aos poucos, sua vida é destruída, já que seu clone passa a fazer coisas que vão contra todos os seus códigos morais e éticos. 
Trailer: 

  O Culto (The Endless)

Título original: The Endless.
Gênero: Fantasia, terror, ficção científica.
Produção: 2017.
Lançamento: 2018.
País: Estados Unidos.
Duração: 111 minutos.
Roteiro: Justin Benson.
Direção: Justin Benson e Aaron Moorhead.
Elenco: Justin Benson, Aaron Moorhead, Emily Montague, Callie Hernandez, Tate Ellington, James Jordan, Lew Temple, Kira Powell.
H.P. Lovecraft esteve em peso em 2018, com muitos filmes que bebem diretamente da fonte de suas histórias sobre o horror cósmico. Assim sendo, O Culto, um filme que passou um tanto quanto despercebido, traz algumas das melhores características do horror lovecraftiano.
Aqui, dois irmãos retornam para a seita bizarra onde cresceram durante boa parte de suas vidas. Um deles quer fugir a todo custo, mas o outro começa a pensar em ficar. Com isso, ambos acabam descobrindo uma trama sinistra que envolve uma entidade cósmica
Trailer: 



A Mata Negra

A Mata Negra
Ano:2018•País:Brasil
Direção:Rodrigo Aragão
Roteiro:Rodrigo Aragão
Produção:Mayra Alarcón, Rodrigo Aragão,Éder Formigoni, Kika Oliveira e Magno Santos
Elenco:Jackson Antunes, Carol Aragão, Francisco Gaspar, Markus Konká, Clarissa Pinheiro

Filme brasileiro de primeira!! Do sucessor de Zé do Caixão, Rodrigo Aragão ("As Fábulas Negras" de 2015, "Mangue Negro" de 2008 entre outros).


A história segue uma menina que, certo dia, entra em contato com um livro infernal, recheado de rituais e invocações perigosíssimas. Conforme a vida da menina começa a caminhar ladeira abaixo, ela utiliza o livro para invocar demônios e tentar se livrar. No meio de tudo isso, temos fanáticos religiosos, ladrões e até mesmo a ameaça da Morte
Trailer:




As Boas Maneiras 


Original:As Boas Maneiras
Ano:2017/2018•País:Brasil
Direção:Marco Dutra, Juliana Rojas
Roteiro:Marco Dutra, Juliana Rojas
Produção:Frédéric Corvez, Clément Duboin, Sara Silveira
Elenco:Isabél Zuaa, Marjorie Estiano, Miguel Lobo, Cida Moreira, Andréa Marquee, Felipe Kenji, Nina Medeiros, Neusa Velasco

 Filme de terror brasileiro vence o Festival do Rio“.

Ele é bem mais do que um “filme de terror” ou “filme de lobisomem” em sua mescla de estilos e subgêneros, ainda que tenha elementos fantásticos e algumas consideráveis doses de sangue. Além de conquistar a “Première Brasil“, incluindo “Melhor Atriz Coadjuvante” para Marjorie Estiano e “Melhor Fotografia” (Rui Poças), o longa ainda levou o “Prêmio da Crítica Fipresci” e o “Prêmio Felix” no Festival do Rio.    


As Boas Maneiras poderia se chamar também Um Lobisomem Brasileiro em São Paulo sem prejuízo de todo o seu teor de tragédia social e de comentário político. Na trama, a negra Clara (Isabél Zuaa) arruma um serviço de babá na casa de Ana (Marjorie Estiano) e deixa a periferia de São Paulo em direção à Ponte Estaiada e ao Brooklyn, onde Ana mora sozinha depois de ter engravidado e ter sido deserdada pelo pai fazendeiro. Ana encontra em Clara primeiro uma confidente, depois uma parceira, e com ela termina compartilhando um sangrento segredo seu (que justifica a filiação ao cinema de horror).

Trailer: 

Unsane / Distúrbio

Título original: Unsane.
Produção: 2018.
Lançamento: 2018
Gênero: Suspense.
País: Estados Unidos.
Duração: 98 minutos.
Direção: Steven Soderbergh.
Roteiro: Jonathan Bernstein, James Greer.
Elenco: Claire Foy, Joshua Leonard, Jay Pharoah, Juno Temple, Sarah Stiles.

Sawyer Valentini aparentemente é uma moça comum: trabalha, é dedicada ao trabalho, tem encontros, pequenos flertes de internet. Nada fora da curva. Mas a protagonista de “Distúrbio”, interpretada com primor pela excelente Claire Foy, sofre de um mal que a acompanha para todos os lugares: a sensação de perseguição constante.
Para onde vai, sente estar sendo observada, e isso faz com que mude de cidade, seja transferida de posto de trabalho e precise estar em constante estado de alerta. O seu perseguidor tem um rosto específico. É o seu ex-namorado, que não aceitou muito bem o rompimento entre eles e aparentemente está seguindo os passos de Sawyer em todos os lugares.
Esta é a premissa do mais recente trabalho do cineasta Steven Soderbergh (“Sexo, mentiras e videotape”, “Onze homens e um segredo”, “Solaris”, entre outros). Todo rodado por iPhone, o longa de Soderbergh é bastante competente no seu primeiro ato ao introduzir o espectador na rotina de Sawyer por meio de uma câmera que a acompanha à distância, como se fosse uma espécie de stalker também.
Trailer:




Ghost Stories / Histórias de Além-Túmulo



Título original: Ghost Stories
Gênero: Drama, terror.
País: Reino Unido.
Produção: 2017.
Lançamento: 2018.
Duração: 98 minutos.
Roteiro: Jeremy Dyson e Andy Nyman.
Direção: Jeremy Dyson e Andy Nyman.
Elenco: Andy Nyman, Martin Freeman, Paul Whitehouse, Alex Lawther, Paul Warren, Kobna Holdbrook-Smith.


Ghost Stories é uma nova antologia de terror dos co-diretores Andy Nyman e Jeremy Dyson. O professor Phillip Goodman (Andy Nyman no papel principal) é um investigador paranormal - do tipo “ultra-cético”. Ele apresenta um programa de televisão que pretende desbancar coisas de natureza sobrenatural ou psíquica. Quando ele é convidado para a casa de um ex-desmistificador morto na televisão (e ídolo de Goodman nos negócios) chamado Charles Cameron- as crenças de Goodman sobre uma vida após a morte podem ser alteradas. Cameron está oferecendo arquivos para três de suas assombrações mais assustadoras. Coisas que ele não conseguiu resolver. E ele está pedindo que Goodman dê uma olhada nesses casos - na esperança de finalmente enterra-los na mente de Cameron. Mas o que esses casos produzirão na mente de Goodman - e o que eles vão irritar de seu passado? 
Lembrei-me de vários filmes - que parecem ter inspirado Ghost Stories. Os Contos da Cripta (não o programa de televisão) de 1972. Os tons variados de cada um dos “casos” pareciam uma homenagem as antigas antologias de terror.
Trailer: 

MENÇÕES HONROSAS: O Ritual, Upgrade, Vingança, O Animal Cordial, Puppet Master: The Littless Reich , Gags the Clown, Climax

                              E ESSE FILME: Nunca nem vi!
  FONTES:
bloody-disgusting.com
bocadoinferno.com
tasteofcinema.com
sanguetipob.blogspot.com