psicose

psicose

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Necronomicon -O livro Proibido dos Mortos

NECRONOMICON: O LIVRO PROIBIDO DOS MORTOS


O escritor americano Howard Philips Lovecraft (1890-1937), um dos mais cultuados autores da literatura fantástica de todos os tempos, criador dos famosos "Mitos de Cthulhu", sobre terríveis criaturas horrendas e indizíveis que habitavam nosso planeta em tempos imemoriais e que aguardam ocultas o ressurgimento de sua raça, teve inúmeras de suas histórias filmadas e adaptadas para as telas. Porém, assim como outro mestre do horror moderno, Stephen King, poucos foram os filmes que representaram honrosamente sua marcante obra literária.
Em 1993 foi lançado "Necronomicon, o Livro Proibido dos Mortos" (Necronomicon, EUA), disponível no mercado de vídeo VHS pela HVC, e que tentou novamente mostrar algo da ficção obscura de Lovecraft.
Com excelentes e impressionantes efeitos especiais dos conhecidos especialistas Tom Savini e Screaming Mad George, o filme mostra a trajetória do próprio Lovecraft (interpretado por Jeffrey Combs, de "Reanimator") em busca do ancestral livro dos mortos, o Necronomicon, para pesquisar material para sua literatura.
Ao encontrá-lo, protegido e mantido num misterioso mosteiro por uma ordem clandestina de monges, ele tem acesso a três histórias macabras envolvendo o temido livro.



 
 

O primeiro episódio, The Drowned, fala da tragédia que se abateu sobre uma família sueca, De Lapoer, onde um homem (Richard Lynch) perdeu sua esposa e filho num naufrágio. Revoltado com a perda de sua família, no velório deles volta-se contra Deus e isola-se em sua mansão, localizada à beira de um enorme penhasco, com o mar a rodeá-lo. Recebe então a visita de uma estranha criatura que lhe entrega um livro maldito, o Necronomicon, que em uma de suas passagens descreve uma receita para trazer de volta os mortos. "Não está morto o que em eterno jaz e o tempo até mesmo a morte desfaz. Em seu refúgio, Cthulhu espera, a sonhar", dizia o livro. Sua família revive, porém diferente, e possuídos pelo espírito de Cthulhu, o incita ao suicídio. Sessenta anos depois, um descendente dos De Lapoer (Bruce Payne), retorna à velha casa, e encontrando o Necronomicon, traz de volta à vida sua noiva, morta num acidente de carro e vítima de afogamento. Após descobrir o erro que cometeu, enfrenta o grande Cthulhu num confronto mortal.
Os grandes efeitos na concepção de Cthulhu, tentando descrever o imaginado por Lovecraft, e com elementos típicos do horror como o casarão gótico no alto da montanha e o ritual cabalístico em torno de um pentagrama demoníaco, garantem um bom entretenimento.

Veja as imagens:













A história a seguir, The Cold, baseada no conto "Cool Air" (publicado em 1926), mostra um cientista em meio a experiências de prolongamento da vida. O Dr. Richard Madden (David Warner), ajudado pela sua assistente Lena (Millie Perkins), descobriu uma forma de enganar a morte, utilizando-se de um soro composto pelo líquido espinhal das pessoas. Mas para manter-se eterno, precisa viver enclausurado num apartamento com temperatura baixíssima, e coletando espécimes à força para a extração do líquido espinhal. Os problemas começaram a surgir quando uma jovem garota (Bess Meyer) conhece o cientista e inicia um relacionamento, chegando a engravidar. Após a morte (verdadeira) do Dr. Madden, numa cena de derretimento fantástica (lembrando os melhores momentos de O Incrível Homem que Derreteu / 1977), a garota continua as experiências de seu amante.
Uma grande história de Lovecraft, já filmada antes por Rod Serling num excelente episódio da série de televisão "Galeria do Terror" (1970/1972), porém sem a violência explícita e qualidade dos efeitos especiais vistos aqui.



        


     



Concluindo, o último episódio, Whispers, parece ser o mais insano de todos. Um casal de policiais sofre um acidente numa frenética perseguição de carros. Em meio às ferragens, o homem (Obba Babatunde) é retirado e misteriosamente levado ainda agonizando, para os porões de um velho prédio. A mulher (Signy Coleman) recupera-se do acidente e sai à procura do parceiro, seguindo seu rastro de sangue. Encontra um estranho casal de velhos (Don Calfa e Judith Drake) que a aprisiona levando-a aos subterrâneos secretos do prédio, refúgio de uma raça de seres ancestrais. Muito sangue, corpos desmembrados, mutilações e criaturas indizíveis que parecem emergir de um grande pesadelo.H. P. Lovecraft começou a ser filmado em 1963, com O Castelo Assombrado de Roger Corman e estrelado por Vincent Price, e essa filmografia baseada em sua obra foi pequena até 1985, quando Stuart Gordon fez Reanimator com Jeffrey Combs e muito, muito sangue em profusão. A partir daí então, as produções inspiradas no mestre começaram a se multiplicar velozmente com inúmeras adaptações de seus contos como "From Beyond", "The Lurking Fear", "The Unnamable", "The Case of Charles Dexter Ward", "At the Mountains of Madness", "Dagon" e outros, transformando o autor em um dos mais filmados, juntamente com Stephen King (o recordista), Edgar Allan Poe e Clive Barker.



          






(Necronomicon, EUA, 1993) - 98 min - HVC Vídeo (VHS). Produção: Samuel Hadida e Brian Yuzna. Fotografia: Gerry Lively. Música: Joseph Lo Duca e Daniel Licht. Com Jeffrey Combs, Tony Azito, Juan Fernandez, Brian Yuzna.
Primeiro episódio: The Drowned. Direção: Christophe Gans. Roteiro: Christophe Gans e Brent V. Friedman. Com Bruce Payne, Belinda Bauer, Maria Ford, Richard Lynch.
Segundo episódio: The Cold. Direção:Shusuke Kaneko. Roteiro: Kazunori Ito e Brent V. Friedman. Com David Warner, Bess Meyer, Millie Perkins, Dennis Christopher, Gary Graham, Curt Lowens.
Terceiro episódio: Whispers. Direção: Brian Yuzna. Roteiro: Brent V. Friedman. História de Brian Yuzna e Brent V. Friedman. Com Signy Coleman, Obba Babatunde, Don Calfa, Judith Drake.

De O a 10 : Nota 09


Necronomicon


Nenhum comentário:

Postar um comentário